clean-5

Touros e Região

Em geral

Politica

DICAS DE BELEZA

famosos

TV

» » Adutora se rompe, alaga bairro e mata criança de três anos no Rio

Uma criança morreu e sete pessoas ficaram feridas após o rompimento de uma adutora da Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae), ocorrido por volta de 4h30 da manhã desta terça-feira, 30, nas imediações da Estrada do Mendanha, na altura do número 4.500 do bairro de Campo Grande, na zona oeste do Rio. 

Isabela Severo da Silva, de 3 anos, foi resgatada desacordada e colocada num bote, onde os bombeiros tentaram reanimá-la. Ela deu entrada no Hospital Estadual Rocha Faria com parada cardiorrespiratória e não resistiu. 

Os Bombeiros que chegaram ao local logo depois do acidente informaram  que o jato de água atingiu uma altura de 20 metros. Carros e casas foram destruídos e a área, localizada em uma baixada, ficou alagada.
Quatro feridos leves foram atendidos no local e liberados. Outras três pessoas foram encaminhadas ao hospital com escoriações. 

 A Cedae já interrompeu totalmente o fornecimento de água para a região; porém, um trecho da Estrada do Mendanha e ruas transversais permanecem inundadas. A Light também interrompeu o fornecimento de energia elétrica na região. 

Bombeiros utilizam barcos e ambulâncias no socorro às vítimas. Um helicóptero dá apoio à operação.

Causas. O diretor de operações da Cedae, Jorge Briard, disse que a empresa vai reconstruir todas as casas destruídas com o rompimento de uma adutora na madrugada de hoje em Campo Grande. Segundo ele, todas as famílias serão abrigadas em hotéis ou motéis próximos e terão alimentação e medicamentos providenciados.

Dezesseis casas foram parcialmente atingidas e 17 desabaram. Sessenta pessoas estão desalojadas e 72 desabrigadas, conforme balanço dos bombeiros até as 10h30. 

A Cedae vai fazer um levantamento de como as casas eram e elas serão reerguidas exatamente como elas eram.

Passam pelo local duas adutoras com vazão de 3 mil litros de água por segundo, cada uma. O diâmetro de cada uma é de 1,750 metro. A Cedae, depois de acionada, levou 1h30 para interromper o fornecimento e estancar o vazamento.
"Não é possível interromper de uma vez só toda essa massa de água. Caso contrário, haveria outros acidentes em outros pontos da adutora. 

A equipe técnica está analisando o que causou o vazamento numa das duas adutoras. Só uma vazou. O reparo será concluído até hoje à noite e o fornecimento na região, normalizado até amanhã de manhã".

De acordo com o diretor da Cedae, a adutora que rompeu não tem histórico de acidentes e não havia qualquer operação de manutenção preventiva marcada. "Foi um problema pontual e isolado, como ocorre em qualquer lugar do mundo", afirmou. São esperadas as presenças do prefeito Eduardo Paes e do governador Sérgio Cabral, que cancelaram agendas prévias para estar em Campo Grande.

Genubia Soares

Radialista - DRT/RN 1.383,blogueira.Busco atualizar o meu conhecimento quanto ao que acontece no dia a dia para com qualidade repassar aos demais interessados .
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Touros em Destaque